Página Inicial | Notícias | Contato | Chat | Enquetes | Índice de Artigos | Nossas Fontes

 
 Home >> Fraudes e Erros de Interpretação >> O Disco Voador Luminoso

Menu Principal

Aspectos Históricos
Casos Ufológicos
Galeria
Governamental
Comprovações
Artigos Especiais
Hipóteses
Fraudes
Atividade: Ufólogo
Links Recomendados
Downloads
Busca no Site

   O Disco Voador Luminoso
 
 Equipe CIPEX ( contato@fenomenum.com.br )

Desde o início do Programa Apollo especula-se sobre possíveis contatos com naves e alienígenas durante as missões. Muitos ufólogos, entusiasmados com a possibilidade, condicionaram-se a tal ponto, chegando a ver coisas onde elas não existem. Em outros casos houveram confusões e más interpretações em possíveis objetos. Assim, pedaços da própria cápsula, restos de foguete e gazes da própria propulsão da nave acabaram sendo rotulados como naves e divulgadas no meio ufológico como tal.

Infelizmente, a maioria absoluta dos ufólogos apenas reproduziram estas imagens sem checar nos arquivos da NASA se elas eram procedentes e verídicas ou não. Neste artigo apresentamos as mais conhecidas e provamos que estes OVNIs estão muito bem identificados.

O primeiro caso de Falso OVNI é o de um objeto, com formato claramente discoidal, bastante luminoso aparentemente próximo à cápsula. De fato a imagem realmente impressiona e confunde.

Fotografia alegadamente de um OVNI obtida durante o programa Apollo

 

Outra versão da mesma imagem

 

Analisando-se toda a seqüência de imagens da Missão Apollo 9 percebemos que o objeto é na verdade parte do foguete propulsor que colocou a cápsula no espaço. Para comprovar o que afirmamos aqui apresentamos toda a seqüência fotográfica obtida na ocasião.

No arquivo de imagens a identificação da fotografia segue algumas regras. Por exemplo AS12-50-7327. O AS12 identifica a missão em que a fotografia foi obtida. O número 50 identifica o rolo de filme em que a fotografia se encontra. A ultima numeração, 7327 é o número da fotografia.

No caso do falso OVNI as fotografias foram obtidas pelos astronautas da Apollo 12 após entrar em órbita terrestre. As duas primeiras imagens, AS12-50-7325 e AS12-50-7326 mostram nosso planeta já a uma certa distância. As três fotos seguintes, AS12-50-7327, 7328 e 7329 mostram o momento da separação entre a cápsula e o módulo propulsor. Vê-se a cápsula próxima e fagulhas de gazes derivados da separação.

 

     

AS12-50-7327, 7328 e 7329 (clique nas imagens para ampliar)

 

Já na fotografia AS12-50-7335 até a 7350 temos o módulo já mais afastado e inclinando-se no espaço, ficando com a boca iluminada pela luz solar e o resto mergulhado em sombra.

 

 

 (clique nas imagens para ampliar)

 

Se ainda restar alguma dúvida basta darmos uma olhada nas imagens seguintes para ter a certeza de o tal OVNI não passa de um módulo descartado. São ampliações realizadas a partir de imagens em alta resolução sem qualquer tipo de tratamento especial. Percebe-se que as alegadas imagens de OVNIs são imagens desfocadas do objeto.

 

 

Infelizmente esse caso não é único. Existem inúmeras outras em que fagulhas do módulo, pedaços da cápsula, módulos descartados ou em manobras, reflexos, etc., são utilizados como exemplos de registros ufológicos.

 

 - links relacionados
Fatores Indutivos de Fraudes
O Mistério de Abydos
Falsos Registros Ufológicos ao Longo da História
Caso Barra da Tijuca
Caso Amaro Lockett
O Disco Voador Luminoso
Nave - Mãe ou Pedaço da Apollo?
Falsos Registros Ufológicos Lunares
 
 - Comentários

Centro de Investigação e Pesquisa Exobiológica (CIPEX) ®

   Página Inicial | Notícias | Contato | Chat | Enquetes | Índice de Artigos | Nossas Fontes