As novas tecnologias para a busca por vida extraterrestre

Por: Fenomenum Comentários: 0

Novos telescópios poderão, em breve, ser poderosos o suficiente para detectar ‘vida alienígena em outros planetas’.


Neste artigo:


Introdução

Telescópios poderosos poderão em breve captar sinais indicando possível vida alienígena em planetas distantes. Dispositivos como o telescópio espacial James Webb, lançado em 2021, estão observando o cosmos com detalhes sem precedentes para entender melhor como planetas, estrelas e galáxias nascem e evoluem. Outros dispositivos já estão em andamento. Telescópios espaciais podem analisar a luz das estrelas passando pela atmosfera de um planeta para descobrir sua composição química. Isso permite que os astrônomos identifiquem padrões – conhecidos como bioassinaturas – que podem sugerir um planeta com vida.

Emily Mitchell, da Universidade de Cambridge, disse acreditar que é “muito provável” que sinais de vizinhos extraterrestres sejam encontrados, porque a vida é quase certamente “bastante comum” no universo.

Ela disse: “Só temos uma bioassinatura, aqui na Terra. Mas em 10 ou 20 anos meus colegas otimistas sugerem que teremos milhares de bioassinaturas. Podemos então descobrir como nos comparamos com a vida em outros planetas.”

O Dr. Mitchell falou antes de aparecer na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, onde uma nova e importante colaboração espacial foi anunciada.

Especialistas de Cambridge, Harvard, Universidade de Chicago e ETH Zurich estão se unindo para fundar a Origins Federation.

Ele explorará os processos químicos e físicos dos organismos vivos e as condições ambientais favoráveis ​​à vida em outros planetas.

Mitchell disse: “À medida que sondamos outros planetas, as bioassinaturas podem revelar se a origem da vida na Terra é um feliz acidente ou parte da natureza fundamental do universo”.

O professor Didier Queloz, 57, da ETH Zurich, ganhou o Prêmio Nobel por descobrir o primeiro planeta fora do nosso sistema solar na década de 1990.

Ele disse que seria tolice prever quando a vida alienígena poderia ser encontrada, mas as rochas recuperadas de Marte na próxima década podem fornecer evidências.

Ele disse: “Espero que, em minha vida, eu veja algo significativo. Ou talvez descobriremos que a maioria dos planetas não tem atmosfera e perceberemos que temos muita sorte na Terra!

 

 

Com informações de:


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =