Caso Kenneth Arnold

Por: Fenomenum Comentários: 0

O avistamento de Kenneth Arnold, desperta a atenção da população mundial, dando início ao movimento de pesquisa ufologica.

Neste artigo:

Introdução

O piloto civil Kenneth Arnold, na época com 32 anos, voava de Chehalis para Yakima, no estado norte americano de Washington, no dia 24 de junho de 1947. Ele participava das buscas a um avião C-46, da marinha norte americana, que desapareceu na região das Montanhas Cascade. Arnold estava a bordo de um monomotor, nas proximidades do Mount Rainier, quando avistou o que definiu como nove “pires voadores”. Os objetos voavam em formação e “deslizavam como um pires sobre a água“. “Voavam perto do cume da montanha, como que numa cadeia diagonal, como se estivessem todos ligados“, afirmou posteriormente.

“Observei-os durante três minutos. Eram chatos como uma torta e tão brilhantes que refletiam o Sol como um espelho. Nunca vi uma coisa tão rápida, pois sua velocidade era da ordem de 2.000 km/h”. Ao retornar, o piloto foi entrevistado por jornalistas e seu caso foi divulgado, dando origem à moderna Ufologia.

No dia seguinte, 25 de junho, o piloto concedeu uma entrevista para uma rádio de Pendleton, Oregon. Durante a entrevista ele afirmou que os objetos deveriam estar a aproximadamente 30 km de distância de seu avião.

Representação do momento em que Kenneth Arnold observa discos voadores próximo ao Mount Rainier, no estado de Washington (EUA).

 

 

Mapa da região onde ocorreu o avistamento de Kenneth Arnold. Em toda a região houveram pelo menos outros 17 avistamentos de estranhos objetos na mesma data.

 

Kenneth Arnold mostrando um desenho de um dos discos observados.

Referências:


  1. A História do Ocultismo — Pré História e Antiguidade – Ed. Abril

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × quatro =