Discussão sobre OVNIs chega ao Congresso Mexicano

Por: Fenomenum Comentários: 0

O jornalista mexicano Jaime Maussan solicitou uma audiência para fazer uma declaração sobre fenômenos não identificados.


Neste artigo:


Introdução

Nos últimos meses, Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) se tornaram o centro das atenções em todo o mundo, depois que os Estados Unidos realizaram uma audiência pública na Câmara dos Deputados e reconheceram um aumento nos avistamentos. Ao mesmo tempo, o Senado Brasileiro já preparava uma sessão especial no Senado Brasileiro para discutir o tema. Agora, um movimento semelhante toma forma no México, por iniciativa do jornalista e ufólogo mexicano Jaime Maussan, que colocou o assunto na mesa nesta terça-feira perante o presidente do Conselho de Administração, Sergio Gutiérrez Luna, durante uma reunião privada.

O anúncio foi feito pelo mesmo presidente da Câmara dos Deputados por meio de sua conta no Twitter, onde compartilhou um pequeno vídeo sobre o encontro com o ufólogo. Segundo Gutiérrez Luna, foi Jaime Maussan quem solicitou uma audiência para se pronunciar sobre fenômenos não identificados, que já foram debatidos em Congressos de outros países.

Na Câmara dos Deputados, todas as vozes são ouvidas. Jaime Maussan nos pediu uma audiência para nos fazer uma nova abordagem sobre fenômenos aéreos não identificados que ocorreram em outros Congressos do mundo e recentemente no Congresso dos EUA. Estaremos relatando“, escreveu.

No @Mx_Diputados todas as vozes são ouvidas. @jaimemaussan1 nos pediu uma audiência para nos fazer uma nova abordagem sobre fenômenos aéreos não identificados que ocorreram em outros Congressos do mundo e recentemente no Congresso dos EUA. Estaremos informando“.

Jaime Maussan está levando a discussão sobre o fenômeno OVNI à Câmara dos Deputados do México. Créditos: jaimemaussanoficial/Sergeluna_S

 

 

Até agora é a única informação foi fornecida pelo presidente do campus de San Lázaro, já que o apresentador de televisão preferiu não comentar a respeito.

Há poucos dias, um comitê do Senado dos Estados Unidos admitiu em um documento oficial a crescente ameaça do aparecimento de OVNIs , que podem não ser feitos por humanos, portanto podem ter origem extraterrestre.

De acordo com o que foi publicado em anexo à Lei de Autorização de Inteligência para o ano fiscal de 2023, as autoridades não só admitiram o aumento de avistamentos de possíveis seres de outro planeta, como também relataram a presença de objetos estranhos no mar e na terra.

Esses objetos foram batizados como “fenômenos aeroespaciais-marinhos não identificados” (fenômenos aeroespaciais-marinhos não identificados). São objetos ‘transmédios’ que, segundo o Pentágono, são aqueles que podem viajar entre o espaço e a atmosfera ou entre a atmosfera e os corpos d’água.

Dessa forma, os legisladores puderam concluir que a presença desses objetos, não apenas os voadores, é uma ameaça à segurança nacional dos Estados Unidos que “está se expandindo exponencialmente“.

 

Com informações de:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − 1 =