Jato da RAF quase se acidentou com OVNI na Inglaterra

Por: Fenomenum Comentários: 0

Publicadas informações sobre encontro aéreo entre uma aeronave Atlas, da Royal Air Force e um objeto voador não identificado sobre a Inglaterra.


Neste artigo:


Introdução

Uma investigação do UK Airprox Board surgiu, detalhando um incidente entre um avião e um ‘objeto desconhecido’ no espaço aéreo de Newcastle em novembro do ano passado.

Às 13h do dia 16 de novembro, a tripulação de uma aeronave Atlas da RAF, uma aeronave quadrimotor turboélice de transporte militar, avistou um objeto passando rapidamente por eles pelo lado direito de seu veículo, quando estavam sobrevoando Currock Hill, em Tyne and Wear.

O objeto, inicialmente considerado um drone pelos tripulantes, passou nivelado pelas janelas da cabine de comando, a apenas alguns metros da ponta da asa.

A tripulação, que estava em um exercício de treinamento, descreveu o objeto como circular, com um centro oco (como um donut) e de cor escura. O objeto tinha menos de um metro de diâmetro.

O conselho da Airprox do Reino Unido determinou que a alta altitude em que ocorreu o incidente e a descrição física do objeto “eram tais que eles não conseguiram determinar a natureza do objeto desconhecido“.

Em seu relatório, o conselho também concluiu que “a providência desempenhou um papel importante no incidente e/ou havia um risco claro de colisão“.

O Conselho alertou que o incidente trazia um alto risco de colisão, pois havia uma distância de 30 centímetros entre as duas aeronaves em alguns pontos.

O conselho explicou os eventos: “O piloto do Atlas relata que havia acabado de concluir o treinamento de aproximação por instrumentos em Newcastle e estava subindo para a rota em direção a Humberside. Após a última aproximação, eles foram liberados para subir à frente para o FL90. Durante a subida, eles receberam vetores de radar do Newcastle ATC antes de serem liberados na navegação para Humberside. Durante um dos vetores de radar, em uma curva à esquerda passando pelo sul no FL75, um dos tripulantes na cabine de comando alertou o restante da tripulação sobre um objeto que estava à frente e logo à direita do nariz. Outros membros da tripulação viram o objeto quando ele passou rapidamente pelo lado direito. Não houve tempo para a tripulação reagir. O drone foi avaliado como tendo passado do nível das janelas da cabine de comando e alguns metros fora da ponta da asa. O drone era circular, tinha um centro oco (em forma de rosquinha), era de cor escura e tinha aproximadamente dois a três pés de diâmetro. O incidente foi relatado ao Newcastle ATC. Observou-se que, se a aeronave não estivesse curvando na hora, haveria uma chance muito alta de colisão com o objeto.

 

Com informações de:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 7 =