Militares dispararam armas contra OVNIs

Por: Fenomenum Comentários: 0

Os EUA e a Rússia dispararam contra OVNIs, disse um dos principais especialistas ao The Sun “com 100% de certeza”, apesar das alegações das autoridades em contrário.


Neste Artigo:


Introdução:

Na audiência pública do congresso dos Estados Unidos, o representante de Illinois Raja Krishnamoorthi perguntou à Scott Bray, vice-diretor de Inteligência Naval, se militares haviam disparado contra UAPs.

E eu suponho que nunca descarregamos nenhum armamento contra um UAP (fenômeno aéreo não identificado), correto?

Bray respondeu:

Isso mesmo“.

A questão foi deixada de lado, mas a discussão continuou com Jeremy Corbell , que falou com o jornal The Sun após a audiência.

Corbell tem sido uma força líder por trás do movimento para que o Congresso realize esta audiência e foi o único cidadão mencionado pelo nome durante a discussão.

O Sr. Corbell e outros vêm coletando dados sobre esta questão há anos“, disse o congressista Andre Carson.

Corbell discorda das negações feitas na terça-feira.

Posso dizer com 100% de certeza que nós e outros países como a Rússia disparamos contra OVNIs”, disse Corbell ao The Sun.

E eu estou falando recentemente e regularmente com uma frequência maior.

Corbell também alegou que as testemunhas da audiência – Bray e o secretário de Defesa para Inteligência e Segurança Ronald Moultrie – pareciam evitar as perguntas dizendo que as discutiriam em uma sessão privada ou as entenderam errado – incluindo o desarmamento.

As testemunhas estavam desinformadas, mal informadas ou estavam mentindo“, disse ele.

Acho que eles fizeram o melhor trabalho que podiam sob os parâmetros que tinham, mas eram um pouco idiotas em certas questões”.

Captura de imagens compartilhadas por Jeremy Corbell nas mídias sociaisCrédito: Jeremy Corbell

 

Evidência

Corbell e o repórter investigativo George Knapp obtiveram e divulgaram uma coleção de relatórios secretos não conhecidos na época e evidências visuais de OVNIs corroboradas pelo Pentágono em maio de 2021.

As evidências incluíam – entre outras coisas – o vídeo de radar da Marinha, o vídeo de imagem térmica e o vídeo do convés do encouraçado do enxame de OVNIs que o sobrevoava em julho de 2019.

Isso “abalou algumas árvores“, disse Corbell.

Knapp acredita que os funcionários do governo ficaram “atordoados com o que ouviram de testemunhas militares e investigadores de longa data“.

Coincidentemente ou não, o governo divulgou seu relatório preliminar sobre UAPs (fenômeno aéreo não identificado) um mês depois.

Imagens compartilhadas por Jeremy CorbellCrédito: Jeremy Corbell

 

O relatório de Junho de 2021 incluiu mais de 140 encontros militares inexplicáveis ​​desde 2004, mas não parecia fornecer muitas informações.

Mas Corbell leu nas entrelinhas e disse que havia lições importantes que ele tirou do relatório e o chamou de “ponto de virada” na forma como o público via os OVNIs.

Segundo ele, esses incidentes incluíam objetos físicos que o governo dos EUA admitiu ter superado e manobrado os maiores sistemas de armas da América.

Além disso, o governo admitiu que o que viu não era tecnologia secreta dos EUA ou qualquer tecnologia conhecida dos adversários da América.

Ficção científica agora é fato científico“, disse Corbell. “O conhecimento humano se expande um pouco a cada dia, e é isso que estamos vendo agora.”

O vice-diretor de inteligência naval Scott Bray reproduz um vídeo de um ‘fenômeno aéreo não identificado’ na audiência de terça-feiraCrédito: EPA

 

Desestigmatizar os OVNIs

Desde que o relatório de junho de 2021 foi divulgado ao público, Bray disse durante a audiência que existem cerca de 400 relatos de avistamentos de OVNIs.

O estigma foi reduzido“, disse Bray. “Também fizemos progressos na resolução do caráter de um número limitado de encontros com UAPs”.

É por isso que o Congresso realizou a audiência pública de terça-feira, embora algumas respostas tenham sido discutidas a portas fechadas.

Ainda foi a primeira vez que o Congresso realizou uma audiência pública sobre OVNIs desde 1969, quando anunciou o término do Projeto Blue Book, um programa da Força Aérea que investigava OVNIs.

 

Com informações de:


  1. https://www.the-sun.com/news/5384010/united-states-russia-ufo-armed-engagement/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.