Surgem documentos sobre avistamento da Marinha dos EUA

Por: Fenomenum Comentários: 0

Novos documentos da Marinha dos Estados Unidos mostram luzes sobrevoando o destroier da Marinha dos Estados Unidos, USS Zumwalt, considerado o mais avançado do mundo. 


Neste artigo:


Introdução

Um novo vídeo e um relatório da Marinha dos Estados Unidos mostra um misterioso ‘enxame de drones’ zumbindo sobre o navio de guerra mais avançado da Marinha dos EUA na Califórnia.

Seis objetos não identificadas com luzes piscantes circularam o USS Zumwalt por quase 90 minutos, e uma voou sobre as cabeças dos marinheiros.

Os detalhes do encontro – que permanecem sem explicação – apareceram pela primeira vez em arquivos secretos que foram acidentalmente divulgados online pela Marinha dos EUA.

Agora, imagens de vídeo tremidas filmadas por um membro da tripulação a bordo do Zumwalt foram lançadas no The Drive por meio das leis de liberdade de informação.

A filmagem mostra quatro das seis naves aparentemente voando em uma formação quadrada perto do navio de guerra de US$ 4,4 bilhões.

Dois em cantos opostos são vistos piscando luzes estroboscópicas brilhantes em direção ao navio, cada uma com uma frequência diferente.

Um pisca em vermelho por 1/30 de segundo a cada 1,33 segundo, e o outro pisca em azul uma vez por segundo por cerca de 1/6 de segundo, de acordo com a análise do pesquisador de OVNIs Dave Beaty.

O encontro foi registrado entre 20h15 e 21h40, horário local, em 24 de Abril de 2019, em águas internacionais a oeste do Acampamento Base do Corpo de Fuzileiros Navais de Pendleton, no sul da Califórnia.

Os documentos da Marinha incluem um mapa mostrando como os seis “sistemas de aeronaves não tripuladas” – o nome oficial dos drones – cruzaram repetidamente o caminho de Zumwalt.

O enxame de drones parecia estar voando em uma rota triangular de quatro milhas de largura enquanto o destróier navegava para o Norte e depois para o Sul.

Inicialmente, uma embarcação desconhecida foi avistada na proa de estibordo às 20h15 – registrada como 0315 “zulu” ou GMT.

Dez minutos depois, o comandante na ponte foi informado de três “luzes brancas constantes”.

O USS Zumwalt é considerado o destroyer mais avançado do mundo em operação.

 

Então, às 20h30, a equipe registrou “duas séries de luzes vermelhas/verdes piscando”.

O JOOD – oficial de convés júnior – “determinou pela forma e posição das luzes que (as) luzes eram compatíveis com um UAS”.

Três minutos depois, o vigia de estibordo viu um drone zunindo diretamente sobre o convés do navio.

Relatório da Marinha dos Estados Unidos detalha o incidente.

 

 

O avistamento foi confirmado pelo vigia do porto depois que ele atravessou e se afastou do navio.

Não houve tentativas registradas de interceptar ou abater a misteriosa nave.

Mas eles foram filmados e fotografados pela equipe do Team Snoopie – que significa Ship Nautical Or Other Photographic Interpretation and Exploitation.

Eles são responsáveis ​​por documentar situações perigosas, incertas ou incomuns usando câmeras disponíveis comercialmente.

A voz de um marinheiro é ouvida no novo videoclipe dizendo: “Enquanto realizava operações de rotina a 17 milhas náuticas de Camp Pendelton, seis UAS realizaram vários sobrevôos e circundaram o navio. Operando em diferentes altitudes entre 300 pés e 1.000 pés, todos pareciam voar em um padrão consistente, Noroeste, Sul, Leste, sem mudanças na direção, velocidade e altitude. Nenhuma arma foi observada“.

O USS Zumwalt – o maior destróier do mundo – entrou em serviço em 2016 e é conhecido por seu perfil furtivo elegante.

O objeto foi filmado por um marinheiro a bordo e o vídeo foi liberado por meio da Lei de Liberdade de Informações

 

 

Seu encontro com um enxame de drones foi um dos muitos incluídos em arquivos que aparentemente foram divulgados por acidente em Junho – e rapidamente excluídos.

Mais de 60 páginas foram carregadas com o nome de arquivo “edição proposta”, sugerindo que os documentos não modificados não deveriam ser tornados públicos.

Entre os casos está o ocorrido com a tripulação do USS Harpers Ferry que gravou drones que fizeram várias aproximações “perigosas”. Tripulantes de outra embarcação, o USS Russell, relataram um triângulo verde piscando sobre o mar da Califórnia.

Acredita-se que algumas das misteriosas naves vistas zumbindo em navios de guerra sejam drones espiões.

Pelo menos dois dos encontros envolvem um graneleiro com bandeira de Hong Kong, sugerindo que os drones poderiam ter sido lançados de seu convés. No entanto, a origem de outros dispositivos descobertos por marinheiros americanos permanece um mistério.

No início deste ano, legisladores dos EUA questionaram chefes de inteligência sobre encontros, pois eles confessaram que no ano passado investigaram 400 avistamentos e 11 quase acidentes. Foi a primeira audiência desse tipo em 20 anos.

Chefes de inteligência tentaram explicar como é difícil rastrear esses objetos e mostraram aos membros do Congresso dois vídeos.

E embora eles não tenham mencionado alienígenas, eles admitiram que alguns dos 400 encontros que eles têm em seus arquivos são realmente inexplicáveis.

Nota Fenomenum: A descrição do incidente, manobras, velocidade, bem como as imagens disponibilizadas sugerem fortemente que neste caso houve uma incursão por drones próximo à embarcação.

 

 

Com informações de:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × um =