Ufólogo Húngaro Teve Acesso à Documentos Oficiais sobre OVNIs

Por: Jackson Camargo Comentários: 0

Um ufólogo húngaro teve acesso à documentação sobre OVNIs do governo da Hungria e encontrou registros interessantes.


Neste artigo


Introdução

A questão ufológica tem ganhado manchetes em jornais do mundo inteiro e o tema tem sido tratado com maior seriedade pela opinião pública e pelas autoridades. Depois das iniciativas de Brasil e Estados Unidos, outros países tem levantado discussões sobre o tema. No México, os pesquisadores já estão cobrando posicionamento e ações do governo do país. Na Argentina, já se estrutura uma comissão oficial de pesquisas agregando ufólogos, cientistas e militares. Agora, o tema começa a ser discutido também na Hungria. O ufólogo László Miskolci, autor do livro Magyar UFO Akták (Arquivos de OVNIs Húngaros), fez declarações sobre registros e documentos sobre OVNIs mantidos pelo governo de seu país, alguns dos quais ele teve acesso.

De acordo com o especialista em OVNIs, mais de 90% dos avistamentos registrados são de origem terrestre. A tarefa dos pesquisadores do tema é reconhecer os certos 5-10 por cento que são verdadeiramente alienígenas. Segundo László, os alienígenas podem ter três origens: ou vieram de outros sistemas estelares; ou vieram de mais longe, mas estabeleceram uma base aqui, mesmo na Lua; ou vieram até nós de outros universos paralelos.

Se existem diferentes formas de vida aqui, elas não precisam necessariamente viajar distâncias interestelares, porque estão aqui paralelas a nós, em certo sentido“.

As histórias que muitas vezes aparecem ao mesmo tempo, que falam sobre extraterrestres engravidando mulheres terrenas, foram discutidas. László revelou que, embora não tenha encontrado pessoalmente um caso desses, é claro

Enquanto escrevia seu livro, László Miskolci teve acesso a documentos oficiais do governo aos quais nenhum civil tinha acesso antes. Ele teve que vasculhar de 7 a 8.000 páginas de relatórios dos Arquivos de Defesa Nacional e dos Arquivos de Segurança do Estado. Segundo ele, não era raro que apenas duas páginas de um arquivo de mil páginas fossem úteis para ele, mas ele também encontrou relatos específicos de OVNIs.

Houve casos em que não foi apenas uma testemunha, mas sim metade do quartel“, explicou ele, acrescentando que o primeiro avistamento que ele encontrou data dos anos sessenta.

Aconteceu na segunda metade da década de 1960, um OVNI apareceu sobre o aeroporto de Taszár sendo visto por muitas pessoas da defesa nacional e captado pelos radares. Especificamente, ele se aproximou da pista pairou no ar. Houve um alerta e o comandante emitiu uma ordem para enviar Mig-21 atrás do OVNI. O OVNI subiu e eles nem conseguiram rastreá-lo.

 

László Miskolci, ufólogo húngaro que teve acesso à documentos ufológicos de seu país.

 

 

Com informações de:


  1. https://www.borsonline.hu/aktualis/2022/07/ufo-k-magyarorszagon-video

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.