UFO Pousa em Base Aérea do Bacacheri, em Curitiba (PR)

Por: Jackson Camargo Comentários: 0

Em 1977 ocorreu um interessante caso de pouso de um disco voador dentro das dependências da Escola de Especialistas da Aeronáutica, na época sediada na Base Aérea do Bacacheri. Os tripulantes do aparelho puxaram um avião Bandeirante para fora do hangar e fazem uma inspeção visual externa na aeronave.

Texto original de Carlos Alberto Machado

Em 1977 um soldado de segunda classe que se encontrava de plantão avistou três estranhos objetos aproximando-se de um campo de futebol dentro da Aeronáutica. Um dos objetos com forma de disco voador desceu e dele saíram três seres humanóides, trajando uma espécie de macacão escuro permitindo-se que fossem visualizados apenas seus olhos. Os três foram em direção a um dos hangares onde se guardam aviões de pequeno porte, e retiraram um avião Bandeirantes, puxando-o para fora. Cautelosos observaram vários detalhes da carlinga do aparelho.

O soldado, naturalmente ficou paralisado com a visão e ainda meio sem ação tentou chamar a atenção de algum outro soldado de plantão que estivesse próximo ao local, para que também servisse de testemunha, mas os seres foram rápidos, retirando-se do local em seguida, abandonando o avião fora do hangar.

Retornando ao objeto levantaram vôo e desapareceram noite adentro. Em seguida o soldado reparou que na grama do campo onde pousaram com seu estranho objeto, existia uma marca circular queimada.

Na manha seguinte, depois que relatou o incidente o local do pouso e do hangar foi cercado por cordas de isolamento e seguranças da Policia da Aeronáutica, também conhecidos como PA, que receberam ordens para ninguém aproximar-se da área.

A grama foi imediatamente revirada e oficiais superiores pediram ao soldado que sob hipótese alguma, deveria mencionar o fato ocorrido naquela noite a qualquer pessoa. Porém, com o passar dos anos, o ex-soldado da Aeronáutica, participando de eventos do gênero, resolveu informar o ocorrido a grupos civis, quebrando seu silencia, pois, não achava justo que as pessoas a seu redor, não tivessem conhecimento do caso.

 

Adendo

23/06/2016O visitante deste site, Alcindo Soares, nos alerta para o fato de que na época, esta escola chamava-se Escola de Oficiais Especialistas e de Infantaria da Aeronáutica (EOEIG), que foi extinta no ano de 1983 para dar lugar ao CINDACTA II, que funciona no local até os dias atuais.

Agradecemos a informação!

Vista aérea do local do caso.
Representação do momento em que os tripulantes do disco voador retiram um avião Bandeirante do hangar. Arte de Luiza Ribas.
Avião Bandeirante, semelhante ao que estava armazenado no hangar, no momento do contato.
Vista dos hangares e do local do pouso, em frente ao prédio onde a torre de controle está posicionada.
Local onde o disco voador pousou.
O CINDACTA 2 foi construído, anos depois, próximo ao local onde o disco voador.
Hangares próximos à cabeceira da pista e da torre de controle do aeroporto do Bacacheri. O hangar cuja porta está aberta é o mesmo em que o avião Bandeirante estava guardado.
Torre de controle do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba (PR). O disco voador pouso logo a frente do prédio.
Torre de controle do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba (PR). O disco voador pouso logo a frente do prédio.

Referências:


  1. Arquivos do CIPEX

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.